Por um Mundo Sem Banqueiros

É violento viver em uma época em que comer, morar, cultivar, se deslocar e vestir é caro, difícil, senão impossível para a maioria das pessoas. Nos tempos bíblicos essa condição extrema era regida pelo império romano, nos dias atuais são as instituições financeiras privadas que dão o tom.

Jesus foi questionado sobre os tributos pagos ao império romano. Vivendo entre os pobres e oprimidos, Ele sabia na prática o quanto era penoso e violento para as pessoas pagar pesados impostos e sobreviver.

Quando Jesus ofereceu a contraditória resposta aos seus maliciosos inquiridores: ´Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus` (Mateus 22:21), Ele permitiu que as pessoas pensassem acerca de qual Reino merece importância e devoção:  o reino de César ou o Reino de Deus pleno e soberano sobre todas as coisas? Portanto, para César nada.

caesar

Ser cristão não é ter coisas. Seguir a Cristo é um jeito de ser inspirado numa trajetória de luta e trabalho para construir bens comunitários na Terra. No Reino inaugurado por Ele não faz sentido fazer riqueza às custas do sofrimento humano, não há espaço nem para tiranos nem para banqueiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com