Qual o Nosso Olhar Sobre Jesus?

Vítimas do massacre na boate Pulse Orlando/EUA

Vítimas do massacre na boate Pulse Orlando/EUA – 2016

Nossa experiência pessoal de fé não é absoluta. O nosso olhar sobre Deus é feito a partir da nossa geografia, história, cultura, família, doutrina eclesiástica etc. E por diversas vezes Jesus está acima, muito acima, dessas lentes, conforme Ele nos mostra pedagogicamente:

´´E aconteceu que, completando-se os dias para a sua assunção, manifestou o firme propósito de ir a Jerusalém. E mandou mensageiros adiante de si; e, indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos, para lhe prepararem pousada, Mas não o receberam, porque o seu aspecto era como de quem ia a Jerusalém. E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez? Voltando-se, porém, repreendeu-os, e disse: Vós não sabeis de que espírito sois. Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las. E foram para outra aldeia.´´ (Lucas 9:51-56)

Quantas mãos estão apertando os gatilhos que desencadeiam mortes e perseguições de homossexuais, como as que ocorreram na boate Pulse em Orlando/EUA, ou as que ocorrem a cada 27 horas no Brasil?

Vivenciamos um cenário conflagrado de disputa de evangelho. Na ambição de capturar para si o significado de seguir Jesus muitos promovem discursos que preparam ambientes de terror e crueldade. Jesus, entretanto, veio para amparar a humanidade e defender pessoas de carne e osso. Nossa experiência pessoal de fé deve apontar nessa direção.

Observação: Texto inspirado na fala do nosso amigo e pastor Henrique Vieira na nossa última Casa Aberta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com